Friday, October 06, 2006

Morales integrava lista dos EUA de possíveis terroristas--TV


NOVA YORK (Reuters) - O presidente da Bolívia, Evo Morales, o ex-ditador do Iraque, Saddam Hussein, e 14 dos 19 sequestradores que morreram nos atentados de 11 de setembro de 2001 constam de uma lista do governo norte-americano que proibia o embarque de possíveis terroristas em aviões, disse o programa de TV Sixty Minutes na quinta-feira.

O programa de CBS divulgou nota dizendo ter obtido uma cópia feita em março da lista secreta com 44 mil nomes usada pelas autoridades para impedir a presença de potenciais terroristas em aviões.

Jack Cloonan, ex-agente do FBI, disse ao programa, que vai ao ar no domingo, que a lista foi montada às pressas depois dos atentados de 11 de setembro e que estava cheia de erros.

"Quando ouvimos o nome lista, ou lista de não-permitidos em vôo, fiquei de olhos revirados, porque sabíamos o que iria acontecer", disse ele.

Embora a lista inclua "terroristas" tão improváveis quanto Nabih Berri, presidente do Parlamento do Líbano, muitos outros não aparecem na relação, segundo o Sixty Minutes. Por exemplo, 11 britânicos acusados recentemente de tramar atentados em aviões com explosivos líquidos não apareciam na lista, apesar de terem ficado mais de um ano sob vigilância.

O Departamento de Segurança Doméstica não comentou as informações.


From: REUTERS, Quinta-feira 5 de Outubro, 2006 4:49 GMT

0 Comments:

Post a Comment

Links to this post:

Create a Link

<< Home