Tuesday, August 29, 2006

Lula planeja base no Congresso para próximo mandato

O presidente em exercício do PSB, Roberto Amaral, depois de encontro no Palácio da Alvorada, que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva está preocupado em assegurar uma ampla base de apoio para garantir a governabilidade em seu segundo mandato. Por isso, segundo Amaral, Lula vai pedir, em seus pronunciamentos e em comícios, que "quem está de acordo com o governo, quem apóia o governo, vote nos candidatos dos partidos que apóiam o governo".

Na reunião, na qual estavam presentes também o deputado Jader Barbalho (PMDB-PA), a ex-prefeita de São Paulo Marta Suplicy, dos presidentes do PT, Ricardo Berzoine e do PC do B, Renato Rebello, além do senador José Sarney (PMDB-AP) e o ministro-chefe da Secretaria Geral, Luiz Dulci, a avaliação geral é de que as eleições presidenciais serão concluídas no primeiro turno. "Estamos lutando para isso. Mas não estamos preocupados com isso, estamos preocupados em ganhar a eleição", comentou Amaral, ao citar o principal ponto da reunião. "Discutimos muito a necessidade de eleger mais senadores e deputados federais, precisamos aumentar a base de apoio parlamentar", declarou ele, informando que "nossa avaliação é que o PT fará algo entre 80 e 90 e que o PSB fará algo como 40". E acrescentou: "se o PMDB aumentar sua bancada, melhor para nós. Eu não quero é que aumente o PSDB e o PFL".

Ao falar sobre a mobilização para ampliar a base, Roberto Amaral explicou que "cada partido vai cuidar da sua guerrinha e está lutando para eleger o maior número de parlamentares". Segundo ele "o presidente já está fazendo isso, e vai aumentar, vai fazer mais", pedindo que votem nos candidatos dos partidos que apóiam o governo. (Agência Estado)

0 Comments:

Post a Comment

Links to this post:

Create a Link

<< Home